Breda cria programa visando garantir a saúde pública através do tratamento da água.

 

Como forma de garantir a qualidade da água para todas as comunidades do município, na sexta-feira (23), o Prefeito Municipal José Carlos Breda lançou o Programa “Água Boa para Todos”. 

Após concluir o trabalho de perfuração de poços artesianos nas comunidades que não possuíam, como também, a implantação de sistemas de abastecimento de água para atendimento as famílias nas comunidades rurais, a Administração Municipal buscou alternativas para auxiliar no tratamento da água, haja vista a importância deste serviço para que o agricultor permaneça na sua propriedade dando-lhe condições de produção, qualidade de vida e saúde.

Com o programa, as propriedades contarão com o auxílio de empresa contratada pela Prefeitura de Cotiporã, a qual será responsável pelo tratamento e manutenção dos sistemas de água.

Durante o ato, a Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Mércia Pessin Fugalli parebenizou o Prefeito Breda pela dedicação em atender essa reivindicação: “De coração Prefeito, obrigada! Nós precisávamos que esse programa se tornasse realidade para garantir água potável a todos. Tenha certeza que é muito importante para nós!” agradeceu Mércia.

O Prefeito José Carlos Breda detalhou os processos para elaboração do programa, visando sempre atender a principal reivindicação das associações que administram os sistemas de abastecimento de água na zona rural de Cotiporã. Além de garantir a qualidade da água para produções e para o consumo próprio, Breda afirmou na preocupação em garantir a saúde pública: “Muitas doenças podem ser ocasionadas em função do consumo de água. Com o “Programa Água Boa para Todos” estamos investindo na prevenção de doenças e na saúde de todos.”afirmou o Prefeito Breda que, também, agradeceu pela compreensão neste tempo de planejamento.

Na ocasião, Breda assinou e entregou para todos representantes de entidades o termo de concessão de uso e termo de adesão ao programa.

O ato contou ainda com a presença do Vice Prefeito Ivaldo Wearich, Vereadores, Secretários Municipais, entidades, associações e profissionais da saúde que explanaram sobre os benefícios da água para o ser humano.

View the embedded image gallery online at:
http://cotipora.rs.gov.br/saude?start=30#sigProGalleriafd7e2fc00a

 

 

No dia 17 de março (sábado), na sala de reuniões da Unidade Básica de Saúde, foi realizado pela Prefeitura Municipal através da Secretaria de Saúde e Assistência Social, o primeiro encontro do Grupo “Nostri Bambini”, destinado à gestantes, puérperas, seus companheiros e familiares. Na oportunidade, as Enfermeiras Fernanda Grosselli e Siane Simioni explanaram sobre planejamento reprodutivo, desenvolvimento da gestação, alterações corporais e inclusão do parceiro no pré-natal. Além disso, a Fisioterapeuta Morgana Mezari conversou com os participantes sobre a importância do fortalecimento do assoalho pélvico na gestação. Participaram deste primeiro encontro nove gestantes. O segundo encontro está programado para o dia 24 de março e o terceiro e último encontro para o dia 07 de abril, ambos iniciam a partir das 13h30min.

Através de informações e reflexões quanto à experiência da maternidade/paternidade, o grupo busca contribuir para a promoção da saúde da gestante, recém-nascido e parceiro. Além disso, possibilita a integração e troca de experiências entre os participantes.

 

 

 

 

 

 

Proporcionar momentos de espiritualidade, novas experiências e conhecimentos também fazem parte da proposta do Grupo Promoção da Saúde.

Na última segunda-feira(22), o grupo esteve visitando a Pousada dos Capuchinhos e o Santuário Divino Pai Eterno no município de Vila Flores. Sendo acolhidos e guiados pelo Frei Lori Vergani, conheceram um pouco mais da experiência franciscana, dependências da pousada, a Gruta Nossa Senhora de Lourdes, piscinas e o local onde são produzidos os vinhos. Já no Capitel Divino Pai Eterno, o grupo foi recepcionado pela senhora Glória Zancanaro, que explanou sobre a história e devoção que levou a construção do Capitel.

A Prefeitura Municipal através da Secretaria de Saúde apoia a prática de ações como essa que proporcionam bem estar, estímulo da espiritualidade, momentos de lazer, sendo de grande importância na obtenção e manutenção da qualidade de vida.

O grupo reúne-se todas as segundas-feiras às 8 horas da manhã na sala de reuniões da Unidade Básica de Saúde. Nestes encontros, também ocorre verificação de pressão arterial e glicemia.

View the embedded image gallery online at:
http://cotipora.rs.gov.br/saude?start=30#sigProGalleria503568c9ff

 

 

Nesta semana, os Conselheiros da Saúde de Cotiporã reuniram-se na Unidade Básica de Saúde do Centro para debater os assuntos referentes aos trabalhos que serão realizados no ano de 2018.  Após a reunião, os conselheiros estiveram visitando as obras que estão sendo realizadas na UBS. Com a ampliação do segundo andar do prédio, as salas serão pensadas exclusivamente para os serviços das equipes de saúde.

O Conselho Municipal de Saúde tem como principal objetivo garantir a inclusão direta da população no controle e na elaboração de políticas para a gestão de saúde na cidade. Além disso, possui a responsabilidade de controlar os recursos destinados à saúde, monitorar a execução das ações na área, acompanhar as verbas que são encaminhadas pelo SUS e também os repasses de programas federais, entre outras atribuições.

 

 

Como forma de atentar e garantir a saúde da população cotiporanense, a Prefeitura de Cotiporã através da Secretaria de Saúde preparou algumas informações sobre formas de prevenção, sintomas e cuidados contra a febre amarela. Fique atento:

 

- O que é a febre amarela?

A febre amarela é uma doença infecciosa grave, causada por vírus e transmitida por vetores. Geralmente, quem contrai este vírus não chega a apresentar sintomas ou os mesmos são muito fracos.

 

- Quais são os sintomas?

As primeiras manifestações da doença são repentinas: febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, náuseas e vômitos por cerca de três dias. A forma mais grave da doença é rara e costuma aparecer após um breve período de bem-estar (até dois dias), quando podem ocorrer insuficiências hepática e renal, icterícia (olhos e pele amarelados), manifestações hemorrágicas e cansaço intenso

- Vacinação

Após a pessoa passar pela febre amarela ela adquiri imunidade. Outra forma de ficarmos imunes a essa doença é através da vacinação.

Apesar de estarmos tendo casos da doença nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, entre outros, ainda não há relatos de casos no Rio Grande do Sul, por isso atenção:

  1. A vacina da Febre Amarela está disponível na unidade de saúde de forma rotineira para todo o público alvo (a partir dos nove meses até os 59 anos).
  2. Para as pessoas com mais de 60 anos ou outras peculiaridades, como gestantes, nutrizes e portadores de imunodeficiências, os casos devem ser analisados individualmente;
  3. Para conseguirmos vacinar o maior numero de pessoas com o mínimo de desperdício da vacina a unidade está organizada para disponibilizar a vacina nas segunda e quartas terças-feiras do mês com inicio da aplicação às 14:00 horas.
  4. Se você for viajar para áreas que estejam apresentando casos ou com indicação de vacinação, procure a unidade de saúde e se informe, pois a vacina deve ser aplicada com no mínimo 10 dias de antecedência;
  5. Não existe ainda necessidade de alarde e preocupação excessiva, em casos de dúvidas não fique com receio de procurar o seu Agente de Saúde ou a Unidade de Saúde da Família!



 

Facebook