Nos dias 29, 30 de novembro e 1º de dezembro, aconteceu a V Mostra de Saúde do Município de Cotiporã, tendo como tema: Agroecologia e Saúde.

As atividades foram desenvolvidas em 3 grupos nas comunidades de São Roque, Santo Antônio e Nossa Senhora do Carmo contando com a participação dos moradores locais e comunidades vizinhas.

Com a presença dos profissionais da saúde, EMATER e o CEREST (Centro de Referência em Saúde do Trabalhador de Caxias do Sul), foram proporcionados espaços para troca de experiências entre os participantes, oficinas e palestras. Partindo do princípio de que todo trabalhador tem muito a ensinar e a aprender, a mostra foi organizada de maneira a privilegiar a interação e o compartilhamento das experiências sobre agroecologia.

Além disso, foram desenvolvidas oficinas culinárias onde os participantes produziram sal temperado, gersal, vinagre, azeite temperado, manteiga temperada e água aromatizada para o próprio consumo.

Ao final das atividades, a Bióloga do CEREST Sueli Matos apresentou os resultados da pesquisa sobre uso de agrotóxicos pelos agricultores cotiporanenses.

A experiência foi muito proveitosa, com grande participação da população comprometida em debater um futuro mais saudável, onde ficou evidente que espaços que primem pela prevenção e promoção da saúde são importantes e devem ser garantidos.

A V Mostra de Saúde foi uma realização da Prefeitura Municipal através da Secretaria de Saúde e Assistência Social.

EDUCAÇÃO FISCAL É TEMA DE PALESTRA

 

Durante o semestre, dentro das atividades do Projeto Educação Fiscal e a pedido da professora Cleonice Baggio de Marco, a Secretária da Fazenda Elisandra Scussel e o Fiscal Jonas Francis Faccio, estiveram na Escola Municipal Caminhos do Saber para conversar com os alunos dos 7ºs Anos.

O encontro foi realizado a fim de esclarecer algumas dúvidas dos alunos sobre impostos, entender porque é feita a arrecadação e para onde é destinado o dinheiro público. Em sala de aula, cada turma confeccionou um cartaz, ilustrando os diferentes tipos de impostos pagos, na esfera municipal, estadual e federal. Em seguida, os mesmos foram afixados na escola.

 

Na tarde do dia 04, o Prefeito Municipal José Carlos Breda esteve participando da apresentação dos principais indicadores sociais levantados no Diagnóstico Social da Criança e do Adolescente de Cotiporã.

Idealizado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - COMDICA, e contando com a parceria da CERAN (Companhia Energética Rio das Antas ), o Diagnóstico Social tem por atribuição fundamental a definição das prioridades que devem orientar a política municipal de proteção integral das crianças e adolescentes, bem como a gestão do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Dessa forma, através do Diagnóstico, será possível propor políticas públicas consistentes, fundamentadas nas reais necessidades e demandas sociais, identificando as lacunas e fragilidades das redes de atendimento local.

O diagnóstico foi apresentado na sala de reuniões da Unidade Básica de Saúde do Centro pelos técnicos Maria Helena Provenzano  e Valmir Poli da Painel- Instituto de Pesquisas responsável pela elaboração do Diagnóstico. Estiveram presentes a Presidente do COMDICA Ketlen Antoniolli, a Secretária de Saúde e Assistência Social Rozeli Frizon, profissionais da rede de atendimento e representantes das entidades.

Representando a CERAN, que firma parcerias com instituições e prefeituras para apoiar projetos nas áreas de educação, esporte, cultura e assistência social esteve presente a Representante do Setor de Projetos Sociais Daniela Toller.

O Prefeito Municipal José Carlos Breda agradeceu Maria Helena e Valmir pela realização da pesquisa, e ressalta que a Administração Municipal visa sempre atender as demandas das crianças e dos adolescentes cotiporanenses bem como a qualidade de vida, educação, saúde e bem estar dos mesmos.

Atenção: Cronograma para aplicação do BTI (larvicida biológico) foi alterado!

 

Visando a redução da proliferação e quantidade de simulídeos (mosquitos borrachudos), a Prefeitura de Cotiporã através da Secretaria de Saúde juntamente com a Secretaria de Agricultura e Departamento de Meio Ambiente realiza o Programa de Controle de Simulídeos. Nas últimas semanas, os profissionais responsáveis estiveram realizando reuniões nas comunidades para instrução sobre a ecologia do mosquito borrachudo e sobre a aplicação do BTI, bem como a entrega do larvicida durante.

Ainda, os moradores das localidades receberam as instruções e cronograma para aplicação do BTI. Devido às condições climáticas, as datas previstas para aplicação foram alteradas.

Saiba como ficou o cronograma:

- Para os que puderam fazer a primeira aplicação no dia 18 de novembro, o cronograma fica inalterado, sendo feitas as demais aplicações nos dias 02 e 16 de dezembro;

- Para os que não fizeram a primeira aplicação no dia 18 de novembro, as mesmas devem ser feitas nos dias 02, 16 e 30 de dezembro.

 

Ressalta-se que a aplicação deve ser feitas três vezes a fim de interromper completamente o ciclo dos mosquitos borrachudos.

 

 

Na última sexta-feira (10), os profissionais da saúde cotiporanense participaram do 9º Seminário Científico sobre Envelhecimento, Longevidade e Qualidade de Vida que aconteceu no Auditório Recanto Marista Medianeira em Veranópolis.

As palestras abordaram assuntos na área de geriatria, gerontologia e pediatria, visando requalificar a equipe da saúde para um melhor atendimento aos idosos e promover mais saúde e qualidade de vida aos mesmos.

Estiveram presentes os médicos Maurício Bruneta e Roger Capes Pontel, Chefe do Setor de Programas de Inclusão Social Inês Sbardeloto e a fisioterapeuta Morgana Cenci Mezari.

 



 

Facebook